Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK

Pensando em abrir um e-commerce? Inspire-se na história da Netshoes

25/01/2021 às 17:18 PNL

Pensando em abrir um e-commerce? Inspire-se na história da Netshoes

Algumas pessoas parecem que nasceram predestinadas a se tornarem empreendedoras de sucesso. É claro que determinadas características essenciais também devem fazer parte do dia a dia delas, mas uma aguçada visão de negócios em explorar um mercado com alto potencial de crescimento, pode fazer toda a diferença no final.

Esse post vai te contar a história de um dos maiores e-commerces brasileiros: a Netshoes. Saiba como essa empresa conseguiu se consolidar no mercado brasileiro através de um site que consegue milhões de acessos todo os dias. Aperte os cintos aí que lá vem mais uma boa história do nosso blog.

Netshoes: ideia de vender pela web que acabou dando certo

A história da marca Netshoes teve início na cidade de São Paulo, em fevereiro de 2000, quando dois jovens visionários tiveram a brilhante ideia de vender pela web, já que nessa época o “boom” da internet estava em seu auge. Márcio Kumruian e Hagop Chabab investiram cerca de R$ 70 mil e inauguraram uma modesta loja que ficava dentro de um estacionamento desativado. Nascia a Netshoes.

No início das atividades, a pequena loja contava com apenas dois vendedores e vendia sapatos femininos. Pouco tempo depois, passou a comercializar tênis com preços bem atrativos, o que deu certo. Esse foi o trampolim para a entrada no mundo dos esportes. O negócio acabou se expandindo, pois as vendas não paravam de crescer. Ser resiliente também é crucial. 

Em 2001, o apurado tino para os negócios dos sócios da Netshoes, mostrou que eles tinham a possibilidade de ganhar mais dinheiro.

Dessa forma, a empresa começou a vender seus produtos na plataforma Mercado Livre, que também estava em plena expansão por aqui. As vendas simplesmente triplicaram com essa inteligente estratégia.

Inauguração da loja virtual da Netshoes e mais vendas

Em 2002, a Netshoes decidiu se consolidar ainda mais no mercado e criou a sua própria loja virtual para vender sua linha de artigos esportivos, que se tornava cada vez maior. O principal objetivo era proporcionar mais facilidade aos clientes, que podiam comprar sem sair de casa.  E como era de se esperar, as vendas aumentaram ainda mais para a famosa marca.

Cada vez mais, a Netshoes foi se tornando a preferência dos consumidores em todo o Brasil. E o motivo era simples: o atendimento da empresa e a extrema atenção, desde a hora da compra online até o momento da entrega (o produto chegava intacto na casa do cliente), foram os grandes diferenciais na hora da escolha.

Quando se pensava em itens de vestuário e calçados esportivos, a primeiríssima opção era a Netshoes, pelo menos para boa parte dos clientes que compravam pela internet. A agilidade, qualidade indiscutível dos produtos e extrema segurança durante o processo de compra, sem mencionar a gigantesca perspectiva de crescimento, levaram a Netshoes a atuar exclusivamente pela web, desde 2007.

Inovações no site e aumento do faturamento

Outra coisa que a Netshoes sabe fazer muito bem, além de vender pela internet, é inovar. Mesmo com os negócios indo de vento em polpa, a famosa loja online desenvolveu um moderno sistema que permitia que o cliente fizesse uma compra mais precisa de um determinado modelo de calçado. E essa tecnologia de ponta empregada foi de grande valia e fez as vendas aumentarem ainda mais.

Nos anos seguintes, o crescimento da Netshoes chegou a assustadores 40% ao ano. Esse índice era bem maior do que o dos seus concorrentes diretos e acima da média do mercado. No final de 2010, a Netshoes começou a atrair os olhares de investidores interessados no negócio. Sendo assim, ela recebeu investimentos do famoso fundo americano Tiger Global, fazendo a marca se consolidar ainda mais no mercado.

A inovação sempre fez parte da Netshoes, desde a sua criação. Só para se ter uma ideia, atualmente, o site recebe cerca de 2.500 avaliações diárias de clientes a respeito de diversos produtos comercializados. E isso atrai pessoas com os mais variados perfis de compra, o que faz aumentar ainda mais as vendas. O site da Netshoes também é recheado de modernos recursos, principalmente no que diz respeito a visualização dos produtos.

Expansão dos negócios da Netshoes

Em 2011, a Netshoes deu um passo marcante na sua bela história de sucesso e começou a expansão dos negócios. Dessa vez, os clientes do México e da Argentina já podiam comprar os produtos dessa marca. Nesse mesmo ano, mais inovação:  a marca lançou sua plataforma móvel, se tornando a pioneira do segmento a ter um site que poderia ser acessado através de dispositivos móveis. Ter inteligência financeira é primordial no mundo do empreendedorismo. 

Já em 2014, com um portfólio de produtos e vendas cada vez maiores, a Netshoes inovou um pouco mais. A bola da vez foi uma discreta mudança na logomarca e a adoção de uma comunicação mais informal e descontraída com seus consumidores. Ainda nesse ano, a empresa lança duas marcas próprias: a Gonew e a All4one, que comercializavam artigos, dispositivos, roupas, bicicletas, calçados e acessórios esportivos.

A Copa do Mundo realizada no Brasil e as Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro, também contribuíram para um maior crescimento da Netshoes. Ainda em 2016, mais uma novidade: o cartão de crédito N CARD foi lançado, trazendo descontos exclusivos, diversas vantagens e benefícios para os clientes fiéis da marca.

Abertura de capital e compra pela Magazine Luiza

Em 2017, a Netshoes abriu seu capital na Bolsa de Valores de Nova York, mas essa estratégia acabou não dando tão certo, trazendo prejuízos. Em 2018, passando por uma situação financeira delicada e sofrendo forte pressão de outras empresas concorrentes, a Netshoes, mesmo com um altíssimo faturamento, não conseguia gerar o lucro esperado.

Mas em 2019, uma luz no fim do túnel. A gigante Magazine Luiza comprou a Netshoes por 115 milhões de dólares. Sendo assim, essa famosa marca permanece firme e forte no mercado por duas décadas, com 2.400 funcionários despachando cerca de 9 milhões de produtos por ano, que trazem um faturamento de R$ 1,2 bilhões (2018). Agora dá para se inspirar, certo?

Venha para o IBND

O curso de coaching do IBND é ministrado por profissionais altamente capacitados e com larga experiência no mercado. Aqui, o nosso compromisso é a sua realização como ser humano.

O IBND oferece soluções personalizadas que podem contribuir para o seu sucesso profissional e pessoal. Em nossa instituição, cobramos um preço justo e priorizamos o seu aprendizado. Estamos te esperando!


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 10 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 15 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®