Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK

Diferenças entre eficiência e eficácia no meio corporativo

01/05/2020 às 15:59 Dicas PNL

Diferenças entre eficiência e eficácia no meio corporativo

Você acha que eficiência e eficácia são a mesma coisa? Muitas pessoas acreditam que sim, mas estão redondamente erradas. E no meio corporativo é importante saber as diferenças entre essas palavras para aplica-las corretamente em sua empresa.

Mesmo que os significados de eficiência e eficácia sejam semelhantes, há algumas diferenças importantes que distinguem estes termos. E isso pode influenciar na produção e na administração da sua empresa. Aqui, você vai aprender a diferença entre eficiência e eficácia e aprenderá a usar cada termo no momento certo.

Você já conheçe o nosso Curso de PNL?

Quais são as principais diferenças entre eficácia e eficiência?

  • Eficiência: A eficiência pode ser definida como a realização de uma tarefa com qualidade, mesmo que com poucos recursos. Basicamente, isso acontece quando uma pessoa faz o melhor que pode e consegue ter bons resultados, mesmo que não tenha as condições necessárias para a execução de um trabalho.
  • Eficácia: A eficácia também consiste na realização de tarefas, mas neste caso, há todo um planejamento para a execução das ações, todos os processos são bem definidos. Assim, os funcionários conseguem desenvolver os projetos com excelência, por serem eficientes e por terem todas as condições necessárias para realizar o trabalho.

E aí, conseguiu entender? A eficiência gera resultados, mas não os faz com excelência pela escassez de recursos. Um funcionário eficiente consegue produzir, mesmo sem as condições necessárias para a realização das tarefas.

A PNL é uma metodologia bastante eficaz para melhorar o desempenho no trabalho. Conheça o nosso Curso de PNL.

Já os funcionários eficazes são aqueles que possuem todos os recursos necessários e que buscam seguir todas as recomendações das empresas para atingir a excelência. Ambos os conceitos são importantes no meio corporativo e devem ser usados para alavancar a produtividade de seus colaboradores.

Para deixar mais claro, veja abaixo um exemplo simples que mostra a diferença e a necessidade da eficiência e da eficácia no meio corporativo:

Vamos imaginar que temos uma empresa de vendas de móveis e que o objetivo de cada vendedor é fechar cinco vendas por dia. Temos dois vendedores em nossa loja, um deles não está muito bem e só trabalhou meio período, sendo liberado por conta de um mal-estar e o outro, em plenas condições físicas e mentais, trabalhou durante todo o dia.

O vendedor que ficou apenas meio período realizou cinco vendas. E o vendedor que trabalhou durante o dia todo também fechou cinco vendas. Ambos bateram a meta, mas um foi eficiente e o outro eficaz.

O primeiro vendedor que passou mal durante o dia e só trabalhou meio expediente pode ser considerado um vendedor eficiente. Afinal, mesmo com as dificuldades causadas pelo mal-estar, ele conseguiu bater a meta de vendas durante o seu curto período de trabalho no dia.

E o vendedor que trabalhou o dia inteiro, pode ser considerado eficaz por que teve todas as condições para realizar as vendas e também conseguiu bater a meta estipulada no fim do dia.

Como administrar a eficiência e a eficácia na administração de uma empresa?

Mesmo diferentes, a eficácia e a eficiência estão diretamente ligadas no meio corporativo. Ambas são importantes para a realização de trabalhos e a obtenção de resultados. É essencial que coloquemos em prática, cada um destes conceitos em nossas empresas. A eficácia e a eficiência devem trabalhar em equilíbrio.

No ambiente de uma empresa, podemos entender a eficiência como o tempo necessário para realizar um trabalho. Quando um colaborador realiza uma tarefa com mais rapidez e menos recursos, ele está sendo eficiente. Ele está diminuindo custos e aumentando a produtividade da sua função no dia a dia.

Para inserir a eficiência em sua empresa, você deve alinhar pensamentos e definir estratégias que busquem solucionar rapidamente os problemas que apareçam. O intuito da eficiência é trazer resultados em produtividade com poucos recursos.

Já a eficiência atua no meio corporativo por meio da definição de processos e de uma análise de performance de cada colaborador.  Assim, é possível analisar quais são os pontos de melhoria e reforçar as condições necessárias para a realização de tarefas.

Eficiência ou eficácia?

Um profissional capacitado deve desenvolver tanto a eficiência como a eficácia. O mais importante é que ele saiba o momento certo de utilizar cada um destes conceitos em seu trabalho. Para isso, é preciso aprender a trabalhar com poucos recursos e também a trabalhar seguindo rigidamente os processos de uma empresa.

Em determinados momentos, uma tarefa pedirá por eficiência ou eficácia. Quem trabalha, vive sob constante pressão e precisa sempre tomar decisões para obter os objetivos desejados. A eficiência e a eficácia são grandes aliadas no crescimento profissional.

Para se aprimorar nestes conceitos, o profissional pode ter a PNL como seus aliados. Passar por formações destas metodologias é um bom caminho para entender melhor como é possível aplicar cada conceito e se tornar um profissional melhor, mais eficiente e eficaz em suas funções.

Gostou deste artigo? Confira mais dicas em nosso blog. Conheça a nossa Formação Practitioner em PNL


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 10 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 15 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®