TOC — Transtorno Obsessivo Compulsivo: o que é, quais os sintomas e como tratar?

25/01/2022 às 20:27 Hipnose

TOC — Transtorno Obsessivo Compulsivo: o que é, quais os sintomas e como tratar?

O TOC (ou Transtorno Obsessivo Compulsivo) é uma das condições mais comentadas na atualidade, mas também uma das mais incompreendidas pelas pessoas. 

Caracterizado por pensamentos obsessivos e comportamentos compulsivos, no Brasil o transtorno atinge cerca de uma pessoa a cada cinquenta, ganhando espaço de forma gradual na vida da pessoa com diagnóstico. 

O quanto você sabe acerca deste transtorno? Neste conteúdo do Instituto Brasileiro de Neurodesenvolvimento (IBND) trazemos mais informações sobre o assunto, além de um método de terapia alternativa que utiliza a hipnose como grande protagonista.

Vamos em frente!

O que é o transtorno obsessivo compulsivo?

Ao contrário do que muitas pessoas creem, o TOC não se trata apenas de uma mania de organização, preocupação excessiva com limpeza ou o sentimento desagradável causado pela assimetria e desalinhamento. 

Embora seja um termo muito empregado para se referir a estes comportamentos, o TOC é um transtorno mental que pode ser incapacitante se não tratado.

Se você acredita ter TOC por ter “mania de limpeza” ou “mania de organização”, saiba que estas são manias que diagnosticam o transtorno. Elas somente se configuram um quadro obsessivo compulsivo a partir do momento que traz prejuízos para a sua vida a nível emocional, social, profissional, entre outros.

O Transtorno Obsessivo Compulsivo pode atrapalhar o aproveitamento de experiências boas, desempenho profissional, relacionamentos e até mesmo a execução das tarefas mais comuns como lavar a louça.

Os sintomas mais comuns do TOC

Os sintomas de TOC podem se manifestar de diferentes formas, podendo dominar a pessoa em suas atitudes, sentimos e pensamos. Em básico, existem três sintomas que acedem o alerta para o transtorno:

  • Obsessões: pensamentos obsessivos relacionados a limpeza, contaminação, dúvidas, preocupação com objetos desalinhados e o medo de possíveis tragédias.

  • Compulsões:para aliviar a tensão, o indivíduo pode engajar em comportamentos repetitivos. 

  • Rituais: ambos os sintomas acima citados são acomodados em rituais que podem ser diários, semanais ou espontâneos e que seguem regras rígidas. 

Cale lembrar, que o TOC costuma ter inicio na fase adulta, mas também é possível que se manifeste por volta dos 14 anos, de acordo com o DSM.V.

Alguns contribuidores para o desenvolvimento do transtorno, são traumas de infância, abuso físico ou sexual, experiências negativas e inibição constante na infância.

Nem todo TOC é igual. Conheça alguns tipos

Com base nos sintomas de cada indivíduo apresenta, é possível separar o Transtorno Obsessivo Compulsivo em subtipos, apesar de não existir uma classificação oficial.

TOC de limpeza

Neste subtipo de TOC, o indivíduo sente uma vontade irresistível de lavar as mãos repetidamente, fazer faxina no mesmo cômodo da casa ou na casa toda, limpar móveis específicos, entre outros.

TOC de checagem 

Verificar fechaduras de portas múltiplas vezes, bem como se o gás do fogão está ligado, são comportamentos bastante comuns do toque de checagem.

TOC de organização

Pessoas com TOC costumam organizar roupas, sapatos, utensílios de cozinha, livros e outros objetos de forma bastante peculiar. Seja por cor, tamanho, ordem alfabética, etc.

Elas determinam uma série de regras para que a organização corresponda às suas vontades.

A hipnose pode ajudar no tratamento do transtorno obsessivo compulsivo?

A hipnose pode ajudar como terapia complementar ao tratamento tradicional para Transtorno Obsessivo Compulsivo. Afinal, como a origem do transtorno está no psicológico da pessoa, com as técnicas utilizadas na hipnoterapia é possível chegar ao momento exato do trauma responsável por instalar o transtorno e ressignificá-lo.

Contudo, vale alertar, que a hipnose não substitui a ajuda médica. É importante que a pessoa procure um médico de confiança para ter o diagnóstico da doença mental.

A hipnose, portanto, serve como uma alternativa para amenizar os sintomas do indivíduo através do trabalho com o inconsciente.

Para profissionais do meio médico, a hipnose pode ser uma excelente ferramenta de apoio para oferecer tratamentos mais eficazes, ágeis e não invasivos. 

Os benefícios desta terapia alternativa são tantas, que hoje centenas de profissionais formados no curso de hipnose do IBND já utilizam as técnicas apresentadas no curso para atender aos seus pacientes.

Que tal se juntar a um seleto grupo de profissionais que já conseguiram melhorar seus atendimentos com ajuda da hipnose? Conheça nosso curso e dê um upgrade na sua carreira e garanta seu certificado internacional como hipnólogo!


Conheça mais:

Rodrigo Huback

Rodrigo Huback Head Trainer de Practitioner PNL, Master PNL, Método B2S e Hipnose Clínica

Mais de 12 anos dedicados ao desenvolvimento humano; Mais de 18 anos empreendendo em alta performance; Pedagogo; Master Trainer em PNL; Master Trainer em Coach; Membro Trainer de Excelência na NLPEA; Membro Trainer da ANLP; Trainer Comportamental; Hipnoterapeuta.


Gostou de nosso post? Compartilhe:


Todos os Direitos Reservados ®

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

OK